By admin | 29 de março de 2015.

Vantagens da Camisinha Feminina evita gravidez e as dsts




Atualmente muitas são as doenças sexualmente transmissíveis e muitas são as pessoas contaminadas por elas.

Não há como saber se a pessoa com quem você está saindo é portador de alguma dessas doenças ou não, a não ser na hora H, mas neste momento é muito raro alguém se preocupar ou lembrar-se de verificar se há algo diferente do normal no corpo do parceiro.

Não só as doenças, o descuido pode acarretar em uma gravidez indesejada e, para se prevenir destes incômodos, é que se ouvem tantas recomendações para o uso da camisinha.

A camisinha feminina protege tanto quanto a camisinha masculina e é maior em questão de largura, com oito centímetros de diâmetro e quinze de comprimento.







É mais lubrificada, mais fina que o preservativo masculino e possui dois anéis flexíveis que facilitam a introdução no órgão feminino.

Para introduzir o preservativo, a mulher deve se posicionar de forma confortável, de preferência deitada ou sentada, segurar o anel que será posto ao fundo do órgão, apertá-lo e empurrar com o dedo indicador o mais fundo possível, deixando o segundo anel na parte externa da vagina.

Após a relação sexual, segure a camisinha feminina pelo anel que ficou posicionado na parte externa, enrole a ponta e puxe-a para fora.

A camisinha feminina deve ser armazenada em local fresco e seco. Não pode ser utilizada mais que uma vez, e para não causar danos ao produto, não deve ter sua embalagem aberta com os dentes.