By admin | 29 de março de 2015.

Tratamentos para a Herpes Labial, confira o que falam médicos da área




Ao contrário do que muitas pessoas pensam ninguém nasce com o vírus. O Herpes labial não é como células cancerígenas, que existem no corpo de todos e numa determinada situação resolvem se manifestar.

O Herpes labial é um vírus adquirido, muitas vezes na infância, porém só apresenta os seus sintomas em épocas em que o corpo se encontrar debilitado imunologicamente.

Inicia com coceira e febre no local onde a lesão irá aparecer. Após isso, sob a pele podem ser vistas pequenas bolhas. Quando estas bolhas estouram, liberam um liquido contendo o vírus, é a fase de maior contágio.

Veja o que o Dr Alfredo Salim Helito fala sobre a Herpes Labial







Essas bolhas devem estourar sozinhas, não é aconselhado usar agulhas ou qualquer outro meio para tentar adiantar a cicatrização, isso poderá causar mais problema. Depois de todas as bolhas estouradas, uma espécie de casca se forma, iniciando a cicatrização.

A fase de cicatrização pode ser auxiliada por remédios e/ou pomadas, devidamente receitadas por um médico, pois, tratamentos contra Herpes Labial têm resultados diferentes de paciente para paciente.

O Herpes labial vira uma ferida na área dos lábios, mas pode aparecer em outras regiões do corpo. Por este motivo não é aconselhável coçar ou mexer nas feridas, pois, por exemplo, coçando os olhos após, pode contagiar o local e novas feridas podem aparecer.

Veja como você pode fazer o tratamento contra a Herpes Labial, assista o vídeo.

O período de ação da doença até a completa cicatrização varia de cinco a dez dias. Se tratado logo que aparecerem os primeiros sintomas, a intensidade destes será menor e mais rapidamente a ferida irá sumir.